Simposio InternacionalO Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero) participou na última semana do Simpósio Internacional sobre Avaliação de Desempenho dos Egressos de Medicina. O evento coordenado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) e pelo Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP/HSL) aconteceu no próprio Instituto Sírio-Libanês em São Paulo e contou com a participação de conselhos, assim como de diretores, coordenadores e professores de escolas médicas de todo o país.

Durante o evento, foram apresentados e discutidos os novos modelos de avaliação utilizados em instituições públicas e privadas, assim como seus resultados e possíveis caminhos de aprimoramento, a exemplo do Exame do Cremesp que já é realizado há 11 anos a todos os médicos recém-formados em São Paulo, o projeto do IEP/HSL desenvolvido há três anos em parceria com a National Board Of Medical Examiners (NBME) dos Estados Unidos e o próprio Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos, o Revalida, do Ministério da Saúde.

Para o vice-presidente do Cremero, Dr. Andrei Leonardo, que esteve representando o Conselho neste primeiro Simpósio Internacional, a troca de experiências entre os conselhos, acadêmicos, coordenadores, professores e toda a classe médica é de fundamental importância não somente para o aprimoramento dos exames existentes. “O nosso objetivo com tudo isso, é desenvolver ferramentas que auxiliem o estudante durante sua trajetória acadêmica, assim como também contribuir com as escolas médicas” ressaltou o vice-presidente.

O evento contou ainda com a participação da Dra. Brownell Anderson, da NBME International, que é responsável por programas curriculares e de avaliação dos programas de educação de estudantes de medicina nos Estados Unidos. Ao dividir suas experiências, elogiou a prova elaborada pela Fundação Carlos Chagas e aplicada pelo Cremesp há 11 anos.

Outros CRMs também participaram do simpósio, a exemplo do Piauí, Rio de Janeiro e Mato Grosso. “É a primeira vez que o Cremero aplica o exame em Rondônia. Quando o Conselho em São Paulo aplicou a prova pela primeira vez o índice de aprovação também foi baixo. Hoje, o índice ultrapassa os 50%. Isso significa dizer que nós aqui em Rondônia queremos alcançar essa meta, só que em menos tempo” destacou Dr. Andrei Leonardo, ao enfatizar ainda que o resultado da avaliação não interfere na obtenção do registro profissional no Conselho.

Para o presidente do Cremero, Dr. Cleiton Bach, os benefícios do exame são inúmeros. Os alunos que fizeram a prova em Rondônia terão os mesmos direitos dos alunos de São Paulo. “Atualmente os médicos recém-formados que pretendem concorrer a vagas em concursos públicos, como o da Secretaria de Estado de Saúde daquela localidade, têm de apresentar comprovante de participação no exame do Cremesp. A mesma regra vale para algumas instituições que também adotam a prova como critério de seleção, tanto para contratações de médicos quanto para a seleção para a Residência Médica” enfatizou Bach.

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia estuda agora a possibilidade de um convênio com o Hospital Israelita Albert Einstein para todos os recém-formados que participaram do exame.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.