Conselheiro fiscal, Sérgio Cardoso

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero) realizou uma fiscalização, após denúncia sobre o mau cheiro causado pelo transbordamento de uma fossa na UPA Zona Sul de Porto Velho. A vistoria aconteceu na semana passada, depois da confirmação do vazamento que já havia sido consertado, quando o Conselho fez a inspeção no local.

Segundo Sérgio Cardoso, conselheiro fiscal do Cremero responsável pela fiscalização na UPA, a denúncia recebida pela autarquia tratava do transbordamento da fossa, que continha sangue, reagentes de laboratório, fezes, urina e secreções que voltaram pela encanação, atingindo dois consultórios e salas de observação pediátrica e adulta. “Somente na sala de observação pediátrica existia um líquido no ralo, mas não estava transbordando. Inspecionamos toda a unidade e encontramos pequenos problemas que estão no relatório”, explicou Sérgio.

Como acontece normalmente, o relatório feito pelo Cremero sobre a vistoria é entregue ao Ministério Público de Rondônia (MP-RO), à Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e para a direção da UPA. Conforme explicou Sérgio, não foi realizada nenhuma recomendação, já que no momento da fiscalização, a diretora da unidade não estava no local. Ainda de acordo com o conselheiro fiscal, o Cremero retornará ao local em uma data ainda não definida, para fazer uma nova inspeção.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.