fiscalizacaohb

Após denúncia encaminhada pela Comissão de Ética Médica (CEM) e pelo próprio setor de neonatologia da unidade de saúde, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero) realizou nesta última semana uma fiscalização dentro departamento de Neonatologia do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro em Porto Velho e constatou diversas deficiências. O maior problema encontrado foi a falta de médicos, inclusive, para a realização de cesáreas. Também foi detectado no centro obstétrico a falta de pediatra, conforme relatório de fiscalização emitido pelo Conselho.

A visita à unidade foi realizada pelo presidente da autarquia, Dr. Spencer Vaiciunas e pelo diretor do Departamento de Fiscalização, Dr. Sérgio Cardoso Gomes Ferreira. Ambos foram acompanhados pela diretora clínica e coordenadora do departamento de neonatologia do HBAP, Dra. Danielle Medeiros de Moura Figueiredo.

Foram encontradas irregularidades em quase todos os setores dentro do departamento, que abrange a maternidade, centro obstétrico, Unidade de Cuidados Intermediários (UCIN), ambulatório do Canguru, serviço de retinopatia da prematuridade e banco de leite. Faltam medicamentos, insumos e aparelhos.

“O maior problema ainda é a questão da mão de obra. Faltam médicos, enfermeiros, técnicos e fisioterapeutas e a situação fica pior nos horários noturnos” destaca o presidente do Cremero. “Enviaremos a cópia do relatório de fiscalização ao diretor clínico do Hospital de Base e ao secretário estadual de saúde cobrando o preenchimento dessas vagas na escala médica” finalizou Spencer Vaiciunas.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.