Durante dois dias, serão realizados debates e apresentações de trabalhos que buscam estimular uma visão mais ampla da prática profissional, contribuindo para aperfeiçoar a relação entre médicos e pacientes

Já estão abertas as inscrições para participação no V Congresso de Humanidades Médicas, que acontece de 2 a 4 de dezembro em Goiânia (GO). O encontro, que ocorre desde 2010 sob a organização do Conselho Federal de Medicina (CFM), tem como principal objetivo estimular uma formação médica que valorize a compreensão do ser humano e todo o seu contexto.

Médicos de diversas especialidades, professores, acadêmicos e profissionais de áreas afins interessados no conhecimento humanístico voltado para a prática médica e da saúde são esperados no V Congresso de Humanidades Médicas. As atividades serão realizadas na sede do Conselho Regional de Medicina do Estado (Cremego).

“É importante que a comunidade médica reflita se os médicos e estudantes de medicina têm conseguido fazer o conhecimento científico e tecnológico chegar ao paciente respeitando seus valores pessoais em uma relação médico-paciente caracterizada pela boa prática médica”, diz o secretário-geral do CFM, Henrique Batista e Silva, que também é coordenador da Comissão de Humanidades em Medicina da entidade, encarregada de coordenar os trabalhos.

Uma das novidades do V Congresso é possibilidade de apresentação de trabalhos em sessão chamada Temas Livres. Os interessados em submeter seus resumos devem encaminhar os formulários de inscrição até 15 de outubro. Os arquivos com as orientações sobre como devem ser conduzidas as apresentações e com a ficha de inscrição dos resumos estão disponíveis no seguinte endereço:

Para os membros da Comissão de Humanidades em Medicina, a realização deste evento sinaliza para a comunidade médica e a sociedade a importância de se estimular uma reflexão sobre o exercício da profissão a partir da ótica do humanismo, definido como “conjunto de ideais e princípios que valorizam a ação humana”.

Na avaliação do grupo, trata-se de um conjunto de ideais que devem fazer parte da formação do médico para que ele se estruture como profissional capaz de entender e cuidar de seus pacientes: A Comissão entende que o ensino por meio das artes e humanidades é um recurso que se mostra particularmente útil nesta missão, pois facilita a compreensão do ser humano e todo seu contexto.

A programação – que está sendo preparada com a contribuição da Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina (Denem) – inclui debates sobre o modo humanístico de ensinar a Medicina através da literatura, cinema, poesia, música e teatro. Na versão preliminar, disponível abaixo, estão inseridas as participações de renomados especialistas brasileiros e internacionais.

Entre os que já confirmaram presença, estão Nicole Shirilla, que atua na área de cuidados paliativos da Universidade da Califórnia e na especialidade de Medicina de Família, além de Antonio López Vega, professor de História Contemporânea da Universidad Complutense de Madrid.

A expectativa dos organizadores é de que o V Congresso atraia o interesse da comunidade docente e discente, “pois a juventude tem condições de imprimir uma nova qualidade na relação médico-paciente”, defendeu ex-presidente do CFM, Roberto Luiz d’Avila, que está colaborando com a organização.

Interessados em apresentar trabalhos podem enviar propostas até 15 de outubro. Saiba Mais.

PROGRAMAÇÃO INICIAL

V CONGRESSO BRASILEIRO DE HUMANIDADES EM MEDICINA
TEMA CENTRAL – HUMANIDADES NA ESCOLA MÉDICA
DATA: 02 a 04 de dezembro de 2015.
LOCAL: Goiânia-GO
DIA 02.12.2015

09h às 10h30 – Mesa 1: Currículo oculto e educação médica
1. A pedagogia da práxis – como a cultura interfere na construção ética do sujeito.
Antônio Almeida – ESALQ – USP
2. A ética na educação médica. Propostas de reformas educacionais e estruturais para preservação de direitos humanos nas universidades e na educação médica
(DENEM)

10h30 às 12h30 – Oficinas Simultâneas
1. Humanidades na educação médica no mundo
Apresentação: CREx
Coordenação: DENEM
2. Medicina e Espiritualidade
Apresentação: Carlos Alberto (estudante – UERJ)
Coordenação: DENEM
3. Arteterapia
Apresentação: Gentileza (PE)
Coordenação: DENEM

12h30 às 14h30 – Intervalo Almoço

14h30 às 15h – Mesa 2: Os componentes epistemológicos na construção de humanidades em medicina
1. Variações epistemológicas entre ciências biológicas e ciências humanas para a medicina
Vladimir Safatle
2. As diferentes narrativas e o impacto na ética do cuidado
Jurema Werneck

20h– SOLENIDADE DE ABERTURA
Componentes da Mesa

21h – Apresentação Cultural (a definir)

DIA 03.12.2015

9h às 10h – Conferência “Humanidades na Escola Médica: experiências e resultados. Projetando ferramentas de avaliação”.
Conferencista: Profª Nicole Shirilla

10h às 12h – OFICINAS SIMULTÂNEAS
1. Literatura: a força da ficção nos clássicos e nos contemporâneos
Apresentação: Dr. Dante Gallian
Coordenação: Dr. Mário Barreto Corrêa Lima
2. Cinema: das emoções à reflexão
Apresentação: Dr. Pablo G. Blasco
Coordenação: Dr. Henrique Batista
3. MPB: dos bailes da vida à Medicina
Apresentação: Dr. Marco Aurélio Janaudis
Coordenação: Dr. Armando D’Acampora
12h às 14h – Intervalo Almoço

14h às 16h – OFICINAS SIMULTÂNEAS
1. Narrativas Médicas: aprendendo com as histórias dos Pacientes
Apresentação: Dra. Maria Auxiliadora C. de Benedetto
Coordenação: Dr. Abram Josek Eksterman
2. A Empatia para entender o mundo do paciente
Apresentação: Dra. Graziela Moreto
Coordenação: Dr. Luiz Roberto Londres
3. Lidando com as incertezas e como o estudo das Humanidades podem ajudar
Apresentação: Dr. Marcelo Levites
Coordenação:

16 às 18h – Temas Livres/Painéis (a definir)

DIA 04.12.2015

9h às 10h – Conferência “As humanidades na formação do médico. Lições da História para aplicação no presente”.
Conferencista: Prof. Antonio Lopez Veja
Mini Curriculo

10h às 12h – Relatorias
1. Literatura: a força da ficção nos clássicos e nos contemporâneos
2. Cinema: das emoções à reflexão
3. MPB: dos bailes da vida à Medicina

12h às 14h – Intervalo Almoço

14h às 16h – Relatorias
1. Narrativas Médicas: aprendendo com as histórias dos Pacientes
2. A Empatia para entender o mundo do paciente
3. Lidando com as incertezas e como o estudo das Humanidades podem ajudar

16 às 17h – Temas Livres/Painéis (a definir)

17h às 18h – Encerramento

Fonte: CFM

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.