Mais uma noite de intensas discussões nortearam o segundo dia de palestras da IX Semana Científica do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero). O encontro, que tem acontecido de forma híbrida, traz o tema principal “Saúde LGBTQIAPN+”, é transmitido também pelo canal do Youtube Cremero.oficial, plataforma onde ficarão gravadas todas as aulas para quem não puder participar de forma ao vivo.

Entre os convidados, estiveram de forma on-line o médico formado pela USP Dr. Arthur de Campos, com o tema “Atendimento à saúde no Departamento de Emergência” e o psiquiatra Dr. Pérsio Colombo Lima Neto, membro titular da Associação Brasileira de Psiquiatria e da Câmara Técnica de Psiquiatria do Cremero, que tratou dos “Cuidados em saúde mental da população LGBTQIAPN+”, e de forma presencial diretamente de Porto Alegre, a médica e coordenadora do ambulatório trans da atenção primária Dra. Gabriela Tizianel, que trouxe as experiências e vivências sobre “Ambulatório Trans na APS”, e a Conselheira Estadual de Saúde e participante da Comissão de Saúde Mental do CES, Karen de Oliveira Diogo, que compartilhou a trajetória e vivência dos grupos de apoio e Ongs existente em Rondônia para o acompanhamento desta população ligado a saúde de forma integral.

A programação faz uma pausa nesta quinta-feira (24) mas segue com mais conteúdo nesta sexta-feira, a partir das 19h e sábado a partir das 8h. “Cada dia tem sido desafiador com tanta experiência compartilhada. Se faz urgente uma atenção de toda gestão pública na saúde para a organização de serviços especializados para essa população. Queremos ao fim dos encontros organizar uma carta aberta consolidando tudo apresentado e que seja relevante para darmos um passo muito importante na saúde do nosso Estado”, declarou a presidente do Cremero, Dra. Ellen Santiago.

 

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.