cem

O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nesta segunda-feira (30) a criação de uma plataforma online para que médicos que estejam atuando em unidades de saúde que oferecem assistência a casos confirmados e suspeitos de COVID-19 informem falhas na infraestrutura, como também a questão da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que são fundamentais durante o atendimento.

Na plataforma, o CFM lista as EPIs fundamentais que o médico precisa para o enfrentamento à epidemia. O Cremero já contabiliza algumas denúncias, e neste sentido, também dá início a uma série de fiscalizações nas unidades de saúde que atuarão diretamente recebendo pacientes que estejam com suspeita de terem contraído o COVID-19.

A primeira unidade a ser fiscalizada foi o Centro de Especialidades Médicas (CEM) em Porto Velho. A ação aconteceu na manhã desta terça-feira (31) e contou com a presença do presidente do Cremero, Dr. Spencer Vaiciunas. “Começamos pelo CEM porque a unidade já foi isolada para receber pacientes com sintomas leves a moderados do coronavírus” enfatizou o presidente.

O médico que estiver atuando diretamente no combate ao COVID-19 sem qualquer tipo de EPI pode fazer a denúncia através do link:  https://sistemas.cfm.org.br/fiscalizacaocovid/ .

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.