Rede dos Conselhos de Medicina
Cremero sedia congresso sobre violência doméstica em parceria com alunos de medicina


O Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero), realizará no dia 05 de abril a I Conferência “Acolhimento e atendimento à mulher vítima de violência doméstica” em apoio aos alunos da Turma 29-I de Medicina do Centro Universitário São Lucas. O evento faz parte da disciplina Projeto Integrador que consiste em planejar em um semestre o projeto escrito e no seguinte executar.

De acordo com uma das organizadoras, Rafaela Nunes, o tema surgiu devido aos índices de violência contra mulher serem por si altos e terem aumentado durante a pandemia. “Nós como acadêmicos, público alvo deste evento, entendemos a necessidade de ouvir informações cada dia mais esclarecedoras de profissionais com experiência no assunto, além da necessidade de abordar algo que apesar de muito recorrente é pouco assistido”, explicou a aluna estudante do 4ª período.

Para a vice-presidente do Cremero, Dra. Ellen Santiago, responsável pelo Programa Educação Médica Continuada (EMC), que dá diretrizes a eventos como este proposto ao Conselho, o envolvimento de alunos em temas que discutem os dramas reais da vida, destaca a preocupação despertada desde cedo para o real propósito da profissão que integra medicina e sociedade. “O acolhimento de cada paciente apoiado na multidisciplinaridade de cada especialidade na sua atribuição só resulta em qualidade de assistência, informação e bons prognósticos”, ressaltou.

Entre os assuntos abordados, o objetivo principal será discutir e apresentar protocolos de acolhimento pela equipe multidisciplinar à mulher vítima de violência doméstica bem como os conflitos éticos e bioéticos encontrados pelo profissional acolhedor. “É fundamental falarmos da atuação dos profissionais da área da saúde de forma integrativa e cooperativa com as demais instituições que envolvem o sistema de proteção e de enfrentamento à violência contra a mulher”, destacou a promotora de justiça que participará do evento, Dra. Tânia Garcia Santiago.

O evento será online e as inscrições são gratuitas e estão abertas no site www.cremero.org.br.

Programação:

• O ciclo da violência contra a mulher e o papel da equipe multidisciplinar/médica na intervenção do rompimento desse ciclo. – Fernanda Prado, psicóloga.
• O papel da assistência social após fase hospitalar/ambiente de saúde e como funciona a assistência prestada pelas casas de acolhimento. – Maria Inês Soares, assistente social.
• Lei N° 13.931: medidas cabíveis que o profissional da saúde deve tomar em relação aos casos que houver indícios ou confirmação de violência contra a mulher. – Dra. Tânia Garcia Santiago, promotora de justiça.
• O impacto do isolamento social nas notificações de casos de violência doméstica contra mulheres e análise da eficácia da Lei Nº 13.931, de 10 de dezembro de 2019. – Dra. Amanda Ferreira Levy, delegada.
• Discussão de caso: posicionamento do profissional médico perante situação de violência doméstica. – Dra. Ana Ellen de Queiroz Santiago, médica e vice-presidente do Cremero.
• Estratégias do profissional médico utilizadas na abordagem à mulher no contexto de violência doméstica. – Dra. Ida Peréa Monteiro, médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia.

Comissão Organizadora:

Aline Rodrigues Beling, Beatriz Regina Santana Nobre, Bruna De Brito Fogaça, Carina Ferreira dos Santos, Guilherme Hortêncio Vinha, Olavo Luiz Marinho Martins Rodrigues, Maristôny Ribeiro Maio Júnior, Rafaela Maria Nunes, Tainã Dalila Santos Rodrigues e Talitta Cordeiro Felix. (Centro universitário São Lucas, turma 29- I, 4º período)

 

congressomulher1

 

congressomulher2

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
j-scatvids.club