Rede dos Conselhos de Medicina
COVID-19: Cremero continua a fiscalização nas unidades de saúde

fiscalizacao.samu1

O objetivo é garantir a segurança dos profissionais que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus. Desde o início da pandemia, a autarquia tem visitado as unidades para, além de outras situações, verificar a questão da disponibilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que são obrigatórios, como máscaras, luvas, aventais, gorros, óculos e protetores faciais.

Somente durante a manhã desta segunda-feira (14) o Cremero realizou a fiscalização no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), que atualmente foi designado para atender demandas da COVID-19, e também na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da zona leste na capital.

O departamento de fiscalização acompanhado do presidente Dr. Spencer Vaiciunas e do vice-presidente do Cremero, Dr. Robinson Cardoso Machado Yaluzan constatou deficiências pontuais, como a questão da falta de alguns equipamentos e aparelhos para a ampliação de leitos de internação e UTIs no Cemetron, o baixo estoque de EPIs na UPA Leste, além da falta de equipamento de raio x na unidade, que segundo os próprios funcionários, está quebrado e não funciona há mais de 10 dias. Outra deficiência encontrada na Unidade de Pronto Atendimento é a falta de manutenção nos aparelhos de exames laboratoriais.

“Os médicos devem continuar denunciando falta de EPIs ou qualquer outra falta de estrutura para o atendimento” destaca Dr. Spencer Vaiciunas. O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou recentemente uma plataforma para que os médicos apontem deficiências nas unidades. A plataforma pode ser acessada através do link:  https://sistemas.cfm.org.br/fiscalizacaocovid/ .

fiscalizacao.cemetron

 

fiscalizacao.upaleste1

fiscalizacao.upaleste

fiscalizacao.cemetron1

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
j-scatvids.club