Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Medicina: Senado abre consulta pública para projeto de lei

medicina01O Senado Federal está realizando em sua página uma consulta pública sobre o Projeto de Lei nº 350/2014. A ementa, de autoria da senadora Lúcia Vânia, altera a Lei nº 12.842, de 10 de julho de 2013, que dispõe sobre o exercício da Medicina, para modificar as atividades privativas de médico. 

Dentro da minuta do projeto de lei, a senadora reitera que a medida tem como objetivo de harmonizar as relações interprofissionais no âmbito das equipes de saúde, além de levar mais segurança e qualidade de atendimento da população. No texto ela afirma que a iniciativa decorreu de um antigo anseio da classe médica, pois com o surgimento e crescimento de profissões de saúde, alguns profissionais passaram a assumir atribuições historicamente exercidas pelos graduados em medicina. Esta situação começou a gerar atritos, deixando o ambiente desconfortável tanto para médicos, quanto para os demais profissionais da saúde e pacientes.

“Alguns profissionais passaram a se aventurar em atividades que exigiam formação médica, porém sem a qualificação necessária. Além de colocar em risco a vida e a saúde dos pacientes, a ausência de definição legal sobre as competências privativas do médico possibilitava que esse profissional transferisse a terceiros suas responsabilidades” ressaltou Lúcia Vânia. 

Ela explicou ainda que durante todo o processo de discussão da matéria no Senado, o tema que gerou mais polêmica foi a delimitação do campo de atuação do médico frente aos outros profissionais de saúde. O texto final dos arts. 4º e 5º do PLS nº 268, de 2002, teria sido minuciosamente discutido em reuniões mantidas entre representantes da classe médica e das demais profissões de saúde regulamentadas, mediadas por servidores do Gabinete e da Consultoria Legislativa da Casa e acompanhadas por representantes do Ministério da Saúde. “A ideia era obter uma norma que fosse satisfatória para o exercício harmônico das profissões de saúde no Brasil e beneficiasse a população brasileira. Nenhuma das partes ficou totalmente satisfeita com o resultado, mas foi o consenso possível diante dos interesses divergentes” admitiu.

O texto normativo trata da aposição de vetos que mutilaram a norma, cujos dispositivos estavam cuidadosamente articulados, dando destaque ao veto ao inciso I do caput do art. 4º do projeto, que tratava do diagnóstico nosológico, deixando sem sentido os §§ 1º e 2º desse artigo. “Essa apreciação dos vetos ocorreu de maneira atribulada. Em um intervalo de poucos dias, jogaram-se por terra anos de esforço e dedicação de parlamentares e de representantes das profissões de saúde regulamentadas, sem que fosse possível estabelecer qualquer tipo de negociação entre as partes interessadas” ressaltou a senadora. 

O Cremero convida quem está interessado na promoção de saúde digna para a população a votar favoravelmente ao projeto de lei na página do senado, no link abaixo.  

 http://zip.net/bctn9X

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia - Cremero © 2018
Sede: Avenida dos Imigrantes, 3414, Liberdade, CEP: 76803-850, Porto Velho – RO, (69) 3217-0500, cremero@cremero.org.br
 Delegacia Regional de Ji-Paraná: Rua 7 de setembro, 1928, Casa Preta, CEP: 76907-624, (69) 3423-3590, delegaciajiparana@cremero.org.br
 Delegacia Regional de Vilhena: Rua Rony de Castro, 4150, jardim América, CEP: 76980-736, (69) 3322-9415, delegaciavilhena@cremero.org.br

pornhub youjizz.site xxnx.link